Vestido foi feito na impressora 3D do Senai

Sucesso. É como podemos descrever a 11ª edição do Vitória Moda 2018, que movimentou o segmento fashion capixaba, entre os dias 30 de julho e 04 de agosto. Em novo formato, a semana de moda contou com talkshow e palestras de capacitação, realizadas no auditório da Findes, e desfiles no Centro de Convenções de Vitória, que contou ainda com o Salão Criativo e o Espaço Gourmet, atraindo mais de 3.500 pessoas.

Com o tema “Praia Urbana: Mar, Rua, Cores e Pessoas”, passaram pelo auditório da Findes grandes nomes do mundo fashion, com reconhecimento nacional e internacional, como a estilista de beachwear Lenny Niemeyer, a digital influencer Luiza Sobral e o estilista da The Paradise e ex-diretor criativo da marca de beachwear Blue Man, Thomaz Azulay.

“O Vitória Moda é o principal evento regional do segmento de moda do Estado e, cada vez mais, se consolida como referência no Brasil. O evento cresceu e se tornou uma semana de moda, assim, a meta para este ano é gerar R$ 25 milhões em volume de negócios, pois as marcas irão lançar coleções no evento”, afirma o presidente da Câmara Setorial da Indústria do Vestuário da Findes, José Carlos Bergamin.

A indústria de moda emprega, segundo Bergamin, mais de 13.700 pessoas no Espírito Santo, em 1160 empresas de moda. Ele explicou a escolha do tema do evento.

“Como o Espírito Santo é um estado com litoral extenso, diversas produções são feitas no estilo tropical, assim, optamos por este mote para dar mais oportunidades para diversas marcas participarem e já estarem fabricando as coleções pela proximidade da data do evento”, pontuou.

Ao todo, 23 marcas capixabas passaram pela passarela do Vitória Moda. Destaque para o desfile conceitual da Hagaef, no sábado (04), que demonstrou a evolução da moda feminina entrelaçada com a história de lutas pela igualdade de gênero, o empoderamento feminino e as pautas Feministas.

Senai

Coleções desenvolvidas por alunos do Senai de dez regionais do país entraram na passarela do Vitória Moda na última quinta-feira (02), o primeiro dia de desfiles do evento, em um verdadeiro espetáculo conceitual. O Senai-ES foi representado pelas unidades de Colatina, com as alunas Amanda Claudino, 21 anos, e Nil Nascimento, 19 anos, e Araçás, em Vila Velha, com os alunos Ruan Rodrigues, 22 anos, e João Victor Alves, 19 anos.

“Esse desfile traz novos talentos do Senai. Eles são selecionados no ano anterior. Tem uma temática que eles abordam ao criar a coleção deles, que foi ‘Moda é futuro, futuro é moda’. E eles fizeram sob diferentes perspectivas. É muito interessante é que são perspectivas, muitas vezes, mais humanas, relacionadas à diversidade, a roupa que não tem gênero, às questões sustentáveis”, explicou Marcelo Ramos, assessor da direção do Senai Cetiqt, do Rio de Janeiro.

Para o desenvolvimento das peças foram utilizados os equipamentos de última geração da entidade. Coleções ricas em tecidos, cores, texturas e volumetrias, demonstraram o potencial dos nossos alunos ao diferenciarem suas peças com inspirações inusitadas. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Destaque para um vestido branco evasê com recortes vazados feito na impressora 3D do Senai, apresentado pelos alunos de Goiás.

Vitória Moda

O Vitória Moda é uma iniciativa do Sistema Findes, com realização do Sesi-ES e do Senai-ES, correalização do Sebrae-ES e organização da Premium Marketing Promocional. Neste ano de 2018, o evento chegou a sua 11ª edição.

Por Fiorella Gomes

Comentários do Facebook