A Olimpíada do Conhecimento, que acontece durante a próxima semana (30/07 a 03/08 ), vai reunir estudantes na área de Construção e Alvenaria

Alunos do Senai de doze departamentos regionais brasileiros estarão em Vila Velha durante esta semana. Eles foram selecionados nas etapas estaduais da Olimpíada do Conhecimento e vão participar de disputas na seletiva nacional para a World Skills 2019.

As disputas acontecem sempre das 8h às 18h, no Centro Integrado Sesi Senai de Vila Velha, que fica na Rodovia Darly Santos, em Araçás. A entrada para acompanhar o evento é franca. Os jovens talentos da indústria do futuro competem por uma vaga para representar o Brasil na Rússia, durante a maior olimpíada de educação profissional do mundo. A disputa internacional acontece a cada dois anos e, durante o intervalo, os alunos do Senai participam de seletivas estaduais e nacionais, divididas por áreas de competência, para formar os times que competem na etapa final.

Em 2017 o Senai ficou em segundo lugar na WorldSkills em Abu-Dhabi, nos Emirados Árabes. Para 2019 as expectativas são as melhores e os alunos do Senai-ES estão competindo por uma vaga na equipe que vai representar o Brasil em seletivas que acontecem em outros estados  e em diversos segmentos industriais. Ao todo são dez competidores capixabas nas seletivas.

Os estudantes do Espírito Santo competem nas ocupações técnicas tecnologia da Moda, Redes de Cabeamento Estruturado, Manufatura Integrada, Soldagem, Manutenção Industrial, Instalações Elétricas Prediais e Controle Industrial. Na seletiva nacional de Construção e Alvenaria o Espírito Santo não tem alunos na disputa.

 

Preparação e treinamento

Jorley Pires, que compete em equipe com Marlon Arreco e Sérgio Soares pela Ocupação Manufatura Integrada conta que as expectativas para a seletiva da modalidade, que acontece em Resende, no Rio de Janeiro de 29 de julho a 3 de agosto, são altas. “Trata-se de um de um “mundo” novo para um jovem como eu, que se qualifica para o mercado de trabalho e tem a oportunidade de participar de um projeto inovador como este. Já que esta é a primeira vez do Espirito Santo nesta ocupação, tenho grande expectativa de que irei cumprir com o dever de representar bem o Estado e, quem sabe, até mesmo representar o Brasil em Kazan, na Rússia.

O aluno explica que o tema acessibilidade está em alta nas seletivas para a WorldSkills 2019. “Foi proposto que cada equipe desenvolvesse uma cadeira de rodas elétrica com vários diferencias, tais como: subir e descer escada, ser operada por comando de voz pelo usuário, possuir uma plataforma capaz de carregar uma pessoa auxiliar e este operar a cadeira de rodas por controle Joystick. Outra exigência é que a cadeira seja leve e compacta, além de ser capaz de atingir uma velocidade de 5 Km/h.

O avaliador adjunto do Senai na modalidade Instalações Elétricas Prediais Cássio Oliveira Rossoni explica que o treinamento envolve capacidades técnicas e de controle emocionais, e que isso faz toda a diferença na carreira dos alunos. “Acredito muito que a oportunidade dada a esses alunos muda a vida profissional deles, já que em nenhuma outra escola técnica o aluno terá esse treinamento diferenciado”, explica.

 

Programação Seletivas WorldSkills

As próximas seletivas acontecem em Blumenau (SC), com a aluna Yasmin de Oliveira (Senai Vila Velha); Londrina (PR), com Barbara Vieira, do Senai Cetec; Resende (RJ), com Jorley Pires, Marlon Arreco e Sergio Soares, do Senai Linhares; Varzea Grande (MT), com Antônio Viana, do Senai Civit; Salvador (BA), com Wellysson Freitas; Goiânia (GO), com Kaio Vinícius, do Senai Linhares; e Campo Grande (MS), com os alunos Yuri Guimarães e Igor Krugel Siqueira.

 

 

Por Elaine Maximiniano

Comentários do Facebook