Findes apoia programa nacional de incentivo às startups

E-mail Imprimir

 

 

O programa Aceleração InovAtiva fornece suporte gratuito a empreendedores iniciantes no desenvolvimento de projetos e sua consequente inserção no mercado

 

O Sistema Findes, por meio da Divisão de Inovação (Inova Findes), inicia nesta semana os trabalhos de sensibilização junto a empreendedores - e também para quem almeja empreender – para que se inscrevam no programa Aceleração InovAtiva. Trata-se de uma ação gratuita que tem o objetivo de promover a aceleração em larga escala para negócios inovadores de qualquer setor e lugar do Brasil.

 

Desenvolvido pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços – Mdic , e pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas - Sebrae, sendo executado pela Fundação Centros de Referência em Tecnologias Inovadoras (Certi), e contando com o apoio do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial – Senai, o programa possui dois ciclos de inscrições. O primeiro já está aberto, e vai até o dia 20 de fevereiro. O segundo ciclo acontece entre 12 de junho e 10 de julho, e as inscrições para ambos podem ser feitas no site: www.inovativabrasil.com.br .

 

“Para participar, basta que o empreendedor capixaba desenvolva um bom projeto para ser apoiado em uma empresa nascente (startup) e se inscreva no site oficial do programa, com todo o processo sendo realizado on-line”, explica o gerente do Inova Findes, Iomar Cunha. “Os projetos classificados receberão consultoria e acesso a uma rede de investidores para transformar essa ideia em um negócio de sucesso”, completa.

 

O foco das ações de sensibilização para o Aceleração InovAtiva por parte do Inova Findes é em torno do desenvolvimento de soluções para a indústria. “Somos o agente do InovAtiva no Espírito Santo, mas o comitê local conta com empresas, instituições de ensino e entidades, como o Sebrae/ES, Bandes, Fábrica de Ideias, TecVitória, Universidade de Vila Velha e Ifes, que também farão sua parte na sensibilização de outros segmentos além da indústria”, destaca o gerente.

 

Iomar Cunha ressalta ainda sobre a importância de se participar dessa iniciativa. “Ter apoio profissional para potencializar um projeto é fundamental para seu sucesso. Esse programa é gratuito, e visa a disponibilizar ferramentas e redes de relacionamentos para que essas etapas sejam consistentes numa startup. Acesso à capacitação em gestão e a investidores são algumas das vantagens oferecidas”, finaliza o gerente do Inova Findes.

 

Quem pode participar?

 

 

A Comunidade InovAtiva, com acesso a todo o conteúdo de capacitação do programa, que é gratuito e aberto a qualquer interessado. Já a participação nos ciclos de aceleração é restrita a projetos inscritos e aprovados pelos avaliadores do Programa. São até 300 vagas disponíveis para a primeira etapa de cada ciclo, e até 125 para etapa final.

 

Podem submeter propostas para o ciclo de aceleração:

 

- Negócios inovadores de qualquer setor da indústria, comércio, serviços e agronegócio.
- Negócios pré-operacionais com um produto/serviço em estágio final de desenvolvimento, protótipo, versão beta ou produto pronto, mas ainda não comercializado.
- Startups já estabelecidas, com dois limites:
- faturamento anual máximo de R$ 3,6 milhões;
- que não tenha recebido investimento em participação de terceiros (investidor anjo, fundo de investimento) acima de R$ 500 mil.

 

Benefícios para empresas finalistas

 

As startups que chegam à etapa final de um ciclo de aceleração, de qualquer edição do InovAtiva Brasil, continuam recebendo suporte do próprio programa e de parceiros estratégicos, mesmo após o término do seu ciclo.

 

Informações e inscrições: www.inovativabrasil.com.br