Senai-ES leva impressoras 3D para salas de aula

E-mail Imprimir

 

A utilização desta tecnologia traz às mãos dos alunos algo que antes existia somente na tela do computador

 

Depois dos computadores e da internet, agora é a vez das impressoras 3D chegarem às salas de aula. A utilização desta tecnologia traz às mãos dos alunos algo que antes existia somente na tela do computador.

 

 

Hoje, a possibilidade de ter uma impressora 3D em sala de aula, próxima ao aluno, já é uma realidade para o Senai Espírito Santo. A instituição investiu aproximadamente R$ 70 mil na compra de impressoras 3D para todas as unidades. De acordo com o gerente de Educação e Tecnologia do Senai, João Marcos Del Puppo, a demanda surgiu a partir da inauguração da Escola Senai do Plástico, no Senai Serra, para que a impressora fosse utilizada nas aulas de prototipagem. “A própria natureza da Escola do Plástico pedia que o equipamento fosse utilizado de forma didática para que os alunos produzissem moldes e protótipos”, disse.

 

As impressoras das outras unidades têm caráter demonstrativo, com o objetivo de aproximar o aluno dessa nova realidade. A ideia é que o aluno tenha consciência da tecnologia e saiba que o objeto desenhado ou projetado pode se tornar real antes mesmo da finalização, permitindo ajustes e testes.

 

 

As impressoras do Senai-ES em Vila Velha e em Aracruz foram expostas durante o Grand Prix Senai de Inovação, realizado em abril

 

“A impressão 3D não é mais uma previsão para o futuro, é presente e está cada vez mais próxima de nós. Além disso, ajuda a prepará-los para aplicações do mundo real, pois fornece a experiência com as novas tecnologias utilizadas na indústria. A qualificação deste futuro profissional significa alavancar o processo de inovação no setor produtivo, afinal, são eles que estarão trabalhando na indústria amanhã”, afirma Del Puppo. Segundo ele, o próximo investimento será a compra de um scanner 3D de leitura tridimensional, para identificar precisamente as formas de uma peça.

 

Por Evelyn Trindade