Sistema Findes presente na Educação do capixaba

E-mail Imprimir

 

Aula em uma das Unidades Móveis do Senai-ES

 

No dia 28 de abril celebra-se o Dia Mundial da Educação. O Sistema Findes tem muito a comemorar, pois há 65 anos contribui para o aprimoramento da educação dos capixabas. Tanto o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-ES) quanto o Serviço Social da Indústria do Espírito Santo (Sesi-ES) e o Instituto Euvaldo Lodi (IEL-ES), entidades do Sistema Findes, têm a educação como uma das áreas prioritárias de atuação. Veja algumas de suas realizações recentes:

 

- Sistema Findes inaugura novo Centro Integrado Sesi/Senai em Anchieta
- Sesi/Senai em Linhares estão sendo ampliados
- Obras do Sistema Findes em Cachoeiro de Itapemirim fortalecem indústria local
- Unidades em Colatina ampliam oferta de vagas para Educação Profissional no Estado

 

O Senai foi criado para qualificar pessoas, tornando-as profissionais aptos para trabalhar no setor industrial. Ao longo dos anos, a instituição sempre esteve atenta às novas tecnologias, aprimorando e ampliando a oferta de educação profissional. Já o Sesi atende a mais de 11.000 estudantes no Estado nas modalidades Educação Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA). O IEL, atualmente, tem foco na qualificação empresarial e aperfeiçoamento da gestão, além da oferta de programas de estágio e bolsas educacionais.

 

Educação em números

 

O Senai-ES fechou o ano de 2015 com uma média de R$ 28 milhões em investimentos na estrutura, em compras de máquinas e equipamentos e reformas de laboratórios. Dentre os investimentos do ano passado estão a compra de duas novas Unidades Móveis, sendo uma de Confecção e outra de Madeira e Mobiliário. Outra ação relevante foi a inauguração da Escola do Plástico, na unidade da Serra, com o objetivo de capacitar 800 profissionais. Ainda no campo da Educação Profissional, foram realizadas em 2015, no total, 128.608 matriculas, considerando as nove unidades fixas e as unidades de ações móveis da instituição. Agora em 2016, a entidade inaugurou mais uma unidade móvel – Frigorífica, e uma escola do Senai no município de Anchieta.

 

Confira o infográfico das ações do Senai-ES

 

Na Divisão de Educação Básica do Sesi-ES, um dos grandes destaques em 2015 foi a participação dos estudantes no Torneio de Robótica FIRST Lego League em que conquistaram cinco das sete vagas para a grande final realizada no início de 2016. Resultados positivos também com a participação de 888 alunos de todas as unidades do Estado na “Mostra Brasileira de Foguetes”, realizada em várias etapas durante o ano passado. Foram 37 medalhas de ouro e 42 de prata, resultando na classificação de três equipes para a etapa nacional. Na Olimpíada Brasileira de Astronomia, duas medalhas de ouro, seis de prata e seis de bronze garantiram a classificação de dois alunos para a etapa nacional, também no início de 2016. As ações da Divisão de Educação Básica do Sesi-ES se estenderam a atividades de convívio socioeducativo de extrema importância para a formação do aluno como cidadão, como a Feira das Profissões, Mini ONU, Feira de Negócios da Família Empreendedora, Jogos Internos e o Evento da Cultura Brasileira. Agora em 2016, mais um projeto foi posto em prática: o Sesi-ES Música Clássica nas Escolas, que deverá formar jovens músicos com supervisão da Orquestra Camerata Sesi-ES.

 

Confira o infográfico das ações do Sesi-ES

 

Criado com o objetivo de aperfeiçoar o conhecimento em gestão empresarial, o Programa de Educação Executiva do IEL-ES instrui o profissional para a utilização de ferramentas e técnicas aplicáveis no cotidiano das empresas. Em 2015, mais de duas mil pessoas receberam treinamento. Foram 43 cursos in company, com um total de 703 qualificados; 49 cursos abertos, que contaram com a participação de 1.370 pessoas; três cursos de média duração, com 64 pessoas; e três turmas de pós-graduação, com 91 matriculados.

 

Confira o infográfico das ações do IEL-ES

 

A história do Dia Mundial da Educação

 

Entre os dias 26 e 28 de abril de 2000, no município de Dakar, capital do Senegal, na África, a Unesco (sigla em inglês para Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura) promoveu o “Fórum Mundial de Educação de Dakar”, com representantes de 180 países, dos quais 164 concordaram em assinar o documento final, o Marco de Ação de Dakar, Educação para Todos: Cumprindo nossos Compromissos Coletivos.

 

Após muito debate e manifestações sobre o que é Educação em uma sociedade globalizada e desigual, o documento produzido serviria como base para que os países envolvidos fossem efetivos na melhoria da Educação, seja para crianças, jovens, adultos ou idosos. No ano de 2015, a Unesco divulgou o relatório intitulado Relatório de Monitoramento Global de Educação para Todos 2015. Nele, a organização faz um balanço do que realmente foi concretizado das metas e diretrizes acordadas no ano de 2000.

 

Por Fernanda Neves com informações da Unesco