Comitiva visita obras em Colatina

E-mail Imprimir

 

Mais oportunidades e qualidade de vida para os trabalhadores da indústria na região noroeste do Espírito Santo. Com esse objetivo, o Sistema Findes está investindo em duas obras no município de Colatina: reforma e ampliação do Centro Integrado Sesi/Senai e implantação de uma unidade do Sesi Saúde. Nessa terça-feira (19), o presidente Marcos Guerra visitou as duas unidades e falou sobre a importância do trabalho realizado na região.

 

“A Diretoria Regional de Colatina possui grande concentração industrial e vem recebendo novos investimentos privados, que estão mudando o perfil do setor produtivo local. Precisamos ampliar nossa capacidade de formação profissional, criando também novos cursos para atender a demanda, além de trabalhar pela melhoria da qualidade de vida de nossos profissionais, algo que vamos conseguir por meio do Sesi Saúde”, pontuou o presidente.

 

No Senai Colatina, cerca de R$ 5 milhões foram destinados à construção de oito novas salas, além de melhorias no layout e nas áreas administrativas da unidade. No Sesi do município, mais de R$ 2 milhões estão sendo investidos na melhoria dos acessos e das áreas de lazer da escola. No Sesi Saúde, R$ 1 milhão foi aplicado para reforma e adequação da nova unidade, que receberá ainda outros R$ 500 mil em equipamentos para administração e operação.

 

Plano de Investimentos

 

Somente neste ano, o Sistema Findes está investindo R$ 83,4 milhões em 11 obras. O trabalho prioriza a educação e a interiorização do desenvolvimento, beneficiando moradores de diferentes regiões. Cachoeiro de Itapemirim, Linhares e Colatina, por exemplo, receberão mais de R$ 40,9 milhões em obras. Em Cachoeiro, R$ 18,6 milhões estão sendo investidos apenas na construção de um novo Centro Integrado, com laboratórios modernos para atender à demanda da indústria local.

 

O Centro Integrado de Anchieta, de R$ 16,8 milhões, tem inauguração prevista para o primeiro trimestre de 2016 e capacidade para oferecer mais de 3,6 mil vagas anuais. Com uma área de 4,7 mil m², a unidade terá 16 salas de aula, laboratórios de Mecânica, Eletrotécnica e Construção Civil, oferecendo cursos em diferentes áreas: instalador hidráulico, eletricista, técnico em mecânica, soldador, pintor industrial e torneiro mecânico, entre outros.

 

“Nosso aluno não é apenas o jovem que busca sua primeira oportunidade, mas também o profissional que atua na indústria e deseja aprender mais, evoluir na profissão. Por essa razão, nossos laboratórios devem estar equipados com o que há de mais moderno nas indústrias, servindo de modelo. Nosso desafio é formar trabalhadores cada vez mais inovadores, estimulando também o fortalecimento da indústria capixaba”, esclareceu Marcos Guerra.

 

Em Vila Velha, está sendo erguido o Senai Centromoda Araçás, resultado de um investimento de R$ 10,4 milhões. “O Centromoda é uma indústria-conceito, uma unidade moderna, capaz de preparar profissionais para a indústria de vestuário e de confecção da Grande Vitória”, explica. A escola terá laboratórios de Confecção, Risco e Corte, Modelagem, Moulage, Bordado, CAD, Design e Estamparia, entre outros.

 

Na Serra, estão em andamento as obras de duplicação do Senai Civit, que somam R$ 13 milhões. A unidade receberá mais 2,4 mil m² para salas de aula, oficinas e laboratórios. Entre os novos cursos previstos estão: Segurança do Trabalho, Eletrotécnica, Eletroeletrônica, Eletricidade Industrial, Movimentação de Cargas, Serralheria, Soldagem, Caldeiraria, Segurança do Trabalho e Tecnologia da Informação, entre outros.