Pinheiros: aulas da unidade móvel de Construção Civil começam nesta segunda (26)

E-mail Imprimir

 

Já que o ano de 2015 está na reta final, os estudantes do curso de eletricista instalador predial da unidade móvel de Construção Civil, recém chegada ao município de Pinheiros, já terão uma missão nobre em seu trabalho final: a instalação dos enfeites de Natal na praça central da cidade. As aulas, que serão ministradas nos turnos da tarde e da noite, começarão na próxima segunda-feira, dia 26 de outubro. Os moradores pinheirenses terão a oportunidade, ainda, para qualificarem-se no curso pintor. São 40 vagas oferecidas, gratuitamente, pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Estado (Senai-ES).

 

O gerente da unidade móvel, Leonardo Leal, ressalta a continuidade dos investimentos em Educação. “O Sistema Findes, com a gestão do presidente Marcos Guerra, continua priorizando a interiorização do desenvolvimento capixaba. Saímos da capital para investir na qualificação profissional dos moradores das cidades do interior com o intuito de buscar sempre o despertar de novos polos industriais.”

 

Além da aula teórica, os estudantes também terão aulas práticas com o apoio da prefeitura. Para o curso de eletricista, as vagas já foram preenchidas. Mas quem tiver interesse no curso de pintor, pode procurar a Agência Municipal de Desenvolvimento Econômico (AMDE), localizada na sede da administração municipal.

 

Unidades móveis no Espírito Santo

 

As unidades móveis levam a educação profissional para localidades que não possuem escolas fixas do Senai-ES. Ao todo, são 15 unidades móveis distribuídas pelo Estado: três de Construção Civil, três de Informática, duas de Soldagem, duas de Panificação, uma de Têxtil e Vestuário, uma de Colheita Ambiental, uma unidade de Alimentação Saudável, uma de Confecção e uma de Madeira e Mobiliário. E todas com o mesmo objetivo, capacitar profissionais para o mercado de trabalho.

 

A cerimônia marca ainda o aniversário de 46 anos do Cindes, entidade que tem como objetivo discutir assuntos de interesse da classe industrial e promover ações de desenvolvimento socioeconômico. Alguns dos projetos mais conhecidos do Cindes são o Contando Histórias, a Rede de Negócios e o Cindes Jovem, voltado para a formação de novas lideranças.