Rafael Lucchesi apresenta estratégias para Sesi, Senai e IEL

E-mail Imprimir

 

 

O diretor de Educação e Tecnologia da CNI, diretor-geral do Senai e diretor-superintendente do Sesi, Rafael Lucchesi, ministrou a palestra “A Visão do Sistema Indústria para o Sesi, o Senai e IEL” nessa sexta-feira, dia 19 de junho, no Teatro do Sesi-ES.

Lucchesi explicou o objetivo da criação das três entidades e os novos projetos previstos para os próximos anos. Para o Sesi, é preciso dar um novo formato em duas áreas: educação e saúde do trabalhador. “No Sesi, estamos traçando um formato de ensino que seja diferencial para a indústria, nas áreas de Ciências, Matemática e Tecnologia”. Segundo ele, é preciso romper com o modelo academicista implantado no Brasil e formar profissionais prontos para o mercado de trabalho. “A escola é para a vida e a vida não existe sem trabalho”, disse. Com relação à saúde, para Lucchesi o Sesi precisa encontrar sua missão na gestão do tema, atuando fortemente na promoção da saúde do trabalhador e na diminuição do absenteísmo.

Sobre o Senai, o diretor nacional lembrou que a entidade está presente em 2.600 municípios e matricula quatro milhões de alunos por ano. A meta é alcançar 95% de satisfação entre os industriais que contratam profissionais formados pelo Senai. Rafael Lucchesi adiantou que um projeto de EAD está sendo desenvolvido com investimento de R$ 400 milhões, além da rede de institutos de inovação que vai ajudar na competitividade da indústria, aumentando o valor agregado dos produtos. Sobre o IEL, ele listou a gestão de estágio e carreira, formando executivos, sendo um braço eficiente na gestão de talentos e nas carreiras empresariais.

Após o a palestra, foi realizado um talk show sob o comando do presidente do Sindinfo, conselheiro do Senai e presidente do Conedu, Luciano Raizer Moura. Participaram como debatedores o 1º vice-presidente da Findes, Gibson Reggiani; o diretor regional do Senai-ES e superintendente do Sesi-ES, Luis Carlos de Souza Vieira; e o superintendente do IEL-ES, Fábio Dias. Cada um deles fez diversas considerações sobre o que foi apresentado, acrescentando suas expectativas para que algumas mudanças também aconteçam no Espírito Santo. Ainda participaram da abertura do evento o diretor para assuntos do Sesi-ES, José Carlos Bergamin, e o diretor para assuntos do Senai-ES, Benizio Lázaro.