Empregados participam do 6º Encontro Anual de Desenvolvimento e Integração do Sistema Findes

E-mail Imprimir

 

Carlinhos de Jesus abriu a palestra com uma dança romântica ao lado de sua dançarina.

 

Acreditar e ousar, fazer parcerias, errar e reaprender, renovar, motivar, cultivar a determinação. Todas essas ações foram realizadas ao longo do ano de 2014 por cada empregado do Sistema Findes no ambiente de trabalho. Mas na última sexta-feira, dia 5 de dezembro, as tarefas diárias viraram passos de dança. Foi ao som da música “As Time Goes By”, tema clássico do filme Casablanca, que o dançarino e coreógrafo Carlinhos de Jesus abriu o 6º Encontro Anual de Desenvolvimento e Integração dos Empregados do Sistema Findes.

 

Com mais de 800 empregados reunidos no Centro de Convenções de Vitória, o presidente do Sistema Findes, Marcos Guerra, aproveitou para agradecer a todos pelo fechamento de mais um ano.“O Sistema Findes tem orgulho de ser reconhecido pela qualidade de seus empregados, seja atuando na qualificação profissional, na educação básica ou no atendimento às demandas da indústria. Estamos investindo na interiorização do desenvolvimento, promovendo ações que vão melhorar a qualidade de vida dos profissionais e da população de norte a sul do Estado. Agradeço o empenho de cada um ao longo deste ano e desejo que juntos trabalhemos para atingir resultados ainda melhores em 2015”, discursou.

 

E foi com um sentimento de dever cumprido que o empregado Delmiro Dias resolveu chegar cedo ao evento. Ele e seus colegas de trabalho da unidade Sesi Jardim da Penha foram os primeiros a comparecer no local. “Esta é a 20ª vez que participo dessa festa. Trabalhar internamente, na área de instalação esportiva, aumenta minha vontade de encontrar os colegas de outros setores. Como nos anos anteriores, minha expectativa para este dia é a melhor possível”, disse.

 

Animados, os empregados Raquel Pereira, Marlene Paulo, Edis Maria Pozzatti, Murilo Modolo e Diego Souza, locados no Edifício Findes, não queriam perder nem um momento do encontro, e foram logo tratando de garantir um lugar perto do palco. “Esta é uma ocasião especial. Reencontramos pessoas e nos descontraímos um pouco. É um sentimento de dever cumprido ao longo ano”, ressaltou Diego Souza, da Divisão Financeira.

 

Nem o intenso trânsito e as mais de cinco horas de viagem desanimaram as equipes do interior a participarem da confraternização. O técnico de Saúde e Segurança do Trabalho do Centro Integrado Sesi/ Senai de Colatina, Kleidismar Ramos Fontana, chegou acompanhado de dez colegas de trabalho, todos animados. “É a hora de celebrar o ano. Toda essa alegria é contagiante e poder reunir todo mundo num só lugar é maravilhoso.”

 

 

Os empregados do Centro Integrado Sesi/Senai de Linhares também prestigiaram o evento.

 

E os empregados do Centro Integrado Sesi/Senai de Linhares não ficaram para trás no quesito animação. “Entrosamento é o que não falta na nossa turma. A interação já começou dentro do ônibus. Não temos essa oportunidade sempre, as pessoas se soltam e brincam mais, o que garante uma maior integração durante o ano”, disse Tatiane Santos, do setor administrativo.

 

Momento de reencontro também para muitas pessoas que participaram do evento nos anos anteriores. Foi o caso dos gerentes Cláudia Paixão e Rodrigo Zorzal, do Centro Integrado Sesi/Senai de Cachoeiro de Itapemirim e Centro Integrado Sesi/Senai de Anchieta, respectivamente. “A minha equipe está muito feliz. O pessoal aguarda esse encontro o ano inteiro. É bom rever os amigos de outras unidades”, afirma Cláudia. “Integração e descontração geram satisfação para todos os empregados. Esse encontro dará mais energia e disposição para 2015”, concluiu Rodrigo.

 

A integração na dança

 

Aos passos de bolero, forró e samba, Carlinhos de Jesus falou sobre a importância da integração durante a dança. Ponto fundamental abordado durante a sua palestra: “A motivação e o trabalho em equipe”. Com a sua dançarina Vanessa da Silva Nascimento, Carlinhos mostrou que a harmonia da dança é dada a partir do companheirismo com o seu par. “Um bom trabalho em dupla ou em equipe na dança resulta em um belo espetáculo final. E no ambiente de trabalho de cada um presente aqui hoje não é diferente. Nós necessitamos do nosso companheiro de equipe ou de alguém do outro setor para executarmos as nossas tarefas e vendermos o produto. Essa integração é que move o trabalho, pois ninguém consegue fazer nada sozinho, há sempre a necessidade de se trabalhar em equipe”, explicou.

 

Para exemplificar essa integração, cinco empregados do Sistema Findes foram convidados para dançar forró com Vanessa. Pedro Stiilpen, do Núcleo de Treinamento Sesi/Senai/IEL de Nova Venécia; Diego Souza, do setor financeiro do Sistema Findes; Tiago Potratz, da Divisão de Inovação; Farley Durães, do Centro Integrado Sesi/Senai de Serra; e Frank Schaeffer, do Sesi Laranjeiras, deram um show e mostraram que sabem dançar em parceria.

 

“Com o incentivo dos colegas de Nova Venécia e São Mateus, resolvi aceitar o desafio. A motivação de todos me fez ficar à vontade para encarar o público e dançar. Acho que me saí bem”, disse Pedro Stiilpen.

 

Para finalizar a palestra, Carlinhos convidou todos os empregados para dançar e deixou a sua mensagem em forma de música e muita dança: “Viver e não ter a vergonha de ser feliz/Cantar a beleza de ser um eterno aprendiz/ Eu sei, que a vida devia ser bem melhor e será/ Mas isso não impede que eu repita: É bonita, é bonita e é bonita!”

 

 

“Adorei a palestra, foi muito interessante. O Carlinhos mostrou que pode haver integração em qualquer lugar, seja na dança ou no trabalho. As palavras dele foram uma forma de incentivo para começarmos bem o ano de 2015”, declarou a diretora escolar do Centro Integrado Sesi/Senai de Aracruz, Karime Dias Loreiro, que estava acompanhada dos empregados de sua unidade.

 

Logo após a palestra, a animação ficou por conta do show do Amaro Lima que cantou músicas dos anos 80 e 90 e embalou o final da confraternização dos empregados.

 

Confira a galeria de fotos.