Pronatec: novas possibilidades para mais de mil alunos no Espírito Santo

E-mail Imprimir

 

Formatura do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) no Espírto Santo contou com a participação do ministro da Educação.

 

A cada ano de estudo, o brasileiro aumenta em 21% a renda familiar. O dado trazido pelo ministro da Educação, Henrique Paim, a formatura de mais de um mil alunos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), realizada na última sexta-feira, dia 21 de fevereiro, em Vitória (ES), corrobora uma máxima já conhecida no mundo todo: estudar é a chave para crescimento individual e coletivo de uma sociedade.

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) é parceiro do Governo Federal nessa empreitada de capacitar o Brasileiro para assumir as vagas que o mercado necessita. “Melhoramos todos os níveis da Educação, da creche ao Ensino Superior, e o Brasil ampliou consideravelmente a oferta de mão de obra qualificada após a criação do Pronatec. Utilizar o konw-how que o sistema S já ofertava ao mercado mostrou-se uma decisão assertiva para o cenário apresentado”, destacou Paim.

 

Além do parceiro industrial, no Estado, o programa também oferta vagas no Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), no Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat) e no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Espírito Santo (Ifes). Desde a criação, em 2011, até o fim deste ano, o Pronatec terá formado cerca de oito milhões de cidadãos brasileiros em profissões de nível técnico.

 

Entre os alunos, há realidades muito distintas, como a de Adevaldo Nunes Pereira, 42, e a de Patriky Toleto, 18. O primeiro, já é chefe de família, e buscou o aprendizado para assumir as vagas que ele sabe que estão precisando de profissionais capacitados: “Sou vigilante formado, mas chegava nas empresas e não havia uma oportunidade. Percebi que o cargo de almoxarife tem em todo lugar e sempre estão demandando gente. Fiz o curso e já estou na “luta”, brincou o morador de Eurico Salles, na Serra.

 

Já Patricy viu a oportunidade de começar “com o pé direito” a vida profissional: “O curso de auxiliar de Recursos Humanos fez com que arranjasse um estágio na Secretaria de Comunicação do Estado. Lá virei referência até entre os outros estagiários que não sabem como as rotinas administrativas de contratação funcionam”, conta o canela-verde acabou de completar as horas-aula do curso em fevereiro no Senai de Araçás.

 

A solenidade de formatura contou, ainda, com a participação do governador Renato Casagrande, da diretora Regional do Senai, Solange Maria Nunes Siqueira, do secretário Estadual da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Trabalho (Sectti), Jadir Péla, do reitor do Ifes, Denio Rebello Arantes, entre outras autoridades e políticos. Como ato simbólico e representando todos os novos profissionais formados pelo Senai, as alunas irmãs gêmeas Ângela e Angelina Radavelli Rodrigues, 20, que fizeram o curso de Montagem e Manutenção de Computadores, receberam os certificados de conclusão de curso das mãos de Paim e Casagrande.